Clínica de reabilitação de onde adolescente fugiu descarta negligência

Com 13 dias do desaparecimento da adolescente Allice Fírveda, 16 anos, a Clínica Recanto nega que tenha havido negligência no tratamento da jovem, que estava internada na unidade para reabilitação. A garota é dependente química e pulou o muro do local, na madrugada de 26 de junho.

“Certeza absoluta que não houve negligência da clínica”, informou a instituição, em nota. “A paciente esteve sob nossos cuidados por quase seis meses, tentando fuga todos os dias. Uma noite ela conseguiu, inclusive temos relato que ela já havia evadido de outras clínicas.”

Desde o desaparecimento de Allice, a mãe tem procurado pela garota nas ruas de Brasília. A última notícia da filha é de quatro dias após ela ter desaparecido, quando foi vista em locais conhecidos por serem frequentados por usuários de crack.

1 de 4

Allice está desaparecida desde 26 de junho

Arquivo Pessoal

2 de 4

Allice foi vista em locais conhecidos por serem frequentados por usuários de crack

Arquivo Pessoal

3 de 4

Jovem precisa de medicamentos de uso contínuo

Arquivo Pessoal

4 de 4

Família da jovem está desesperada

Arquivo Pessoal

“Passo o dia e a noite procurando, e estou ficando mais preocupada a cada minuto que passa. Não temos nenhum rastro dela mais”, desabafou a mãe, Celiamar Gonçalves Vasconcelos.

Celiamar conseguiu, por via judicial, internar a jovem em uma clínica particular. Pelo fato de a família ser de Unaí (MG), no Entorno do Distrito Federal, o local é custeado pelo governo mineiro.

Celiamar é mãe solo e busca sozinha por notícias da filha. Ela contou que está no Distrito Federal desde o desaparecimento da adolescente e que tem quase duas semanas que não volta para casa, no município mineiro. “Estou em Brasília com a mesma roupa, porque pensei que encontraria ela rápido”, contou.

“Meu desespero é por pensar no pior”, disse. “Minha filha única, que tanto faço pra salvar a vida dela. Ela está sem os tratamentos que precisa, sem os medicamentos que faz uso contínuo, imunidade baixa, teve pneumonia semanas antes de isso acontecer”, completou.

A Polícia Civil do Distrito Federal investiga o caso, por meio da 24ª DP (Ceilândia). Procurada pela reportagem, a entidade não se posicionou quanto às linhas de investigação para encontrar Allice.

Qualquer informação sobre a adolescente pode ser passada para os números: (61) 99968-9417, (61) 98441-9419, (61) 3540-1261 e (61) 98626-1197.

Fonte da matéria

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares

Categorias

Redes Sociais

Clima de Unaí
Unaí, BR
06:54, 19/07/2024
temperature icon 15°C
céu limpo