Falso massagista preso após passar as mãos nas partes íntimas de mulheres no litoral de SP já foi detido pelo mesmo crime em MG – Surgiu

O falso massagista, de 44 anos, preso preventivamente por importunação sexual contra funcionárias de lojas em Peruíbe, no litoral de São Paulo, tem passagem criminal pelo mesmo motivo e já havia sido detido anteriormente, há 5 anos, em Unaí (MG). Segundo apurado pelo g1, neste sábado (10), ele teria se passado por fotógrafo para abusar de duas vítimas, em 2007 e 2015.

Ao g1, o delegado titular de Peruíbe, Marcos Roberto da Silva, afirmou que o homem preso por se passar por massagista tem antecedentes criminais relacionados à ordem sexual no estado de Minas Gerais, onde morava antes de ser preso no litoral paulista. Ele teria vindo visitar os pais e cometeu, ao menos, quatro crimes de importunação sexual.

O delegado disse, ainda, que a reincidência e o tipo penal, que no caso é um crime sexual, são levados em conta pelo juiz no momento da decretação da sentença com o tempo de prisão que deverá ser cumprido pelo falso massagista.

Em nota, a Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) informou que o ‘falso massagista’ foi preso no Presídio Sebastião Satiro, em Patos de Minas (MG), de 13 a 15 de fevereiro de 2019, mas foi liberado mediante alvará de soltura concedido pela Justiça.

Procurada, a 1ª Vara Criminal e Infância e Juventude da Comarca de Patos de Minas (MG) informou que o homem foi preso em decorrência a um processo de estupro de vulnerável envolvendo duas vítimas.

Vítima relata terror

Câmera de monitoramento flagrou falso massagista passando a mão nos seios de vítima, no Centro, em Peruíbe (SP) — Foto: Reprodução
Câmera de monitoramento flagrou falso massagista passando a mão nos seios de vítima, no Centro, em Peruíbe (SP) — Foto: Reprodução

Uma vendedora, de 29 anos, que teve os seios apalpados pelo falso massagista em Peruíbe, disse que ficou paralisada e sem reação ao perceber que estava sendo vítima de abuso. Ao g1, ela contou que após a importunação sexual foi para casa tomar banho, pois sentia-se suja.

“Tomei um banho porque me sentia suja. Ficou a textura das mãos dele na minha cabeça. Um filme de terror”, disse a vítima que não quis se identificar.

A mulher falou que o homem entrou loja demonstrando interesse por roupas infantis e, em seguida, disse que trabalhava em uma clínica de massagens e que tinha percebido um desvio na coluna dela.

Ele se ofereceu para ajudá-la para melhorar a postura. A mulher aceitou e, inclusive, disse ter pensado que seria cobrada pela massagem, que o criminoso sugeriu ser feita no estoque.

A vítima, no entanto, disse que o falso massagista poderia realizar o procedimento ali mesmo onde eles estavam. “Foi quando sentei (no pufe) e ele enfiou as mãos dentro de meu sutiã. Fiquei apavorada e percebi que não estava fazendo só massagem”. Ela registrou um BO e contou que o noivo ficou transtornado com a situação.

Entenda o caso

No vídeo acima, é possível ver o homem passando em frente a estabelecimentos no bairro Balneário Stella Maris, em Peruíbe, como se estivesse escolhendo o alvo. De repente, o homem para em frente a um deles e entra para fazer mais uma vítima.

O g1 apurou que ao menos quatro boletins de ocorrências por importunação sexual foram registrados contra o suspeito. Com base nas denúncias das mulheres, o homem se apresentava como massagista e, durante as conversas, dizia que abriria uma clínica de fisioterapia e massagem.

No decorrer do diálogo, ele questionava se as vítimas sentiam alguma dor no corpo. Era a preparação para o crime. Com a resposta positiva e autorização para tocar as mulheres, ele cometia os assédios.

O caso chegou à Polícia Civil devido à repercussão dos crimes entre os lojistas. Os agentes começaram a investigar e foram a campo para conseguir imagens de câmeras de monitoramento. Através delas, eles descobriram e prenderam o falso massagista.

A Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) informou, em nota, que os policiais do Setor de Investigações Gerais (SIG) localizaram o criminoso após identificá-lo. Ele foi preso e conduzido à delegacia, onde permanece à disposição da Justiça.

Vídeo mostra falso massagista apertando seios e nádegas de vítima — Foto: Reprodução
Vídeo mostra falso massagista apertando seios e nádegas de vítima — Foto: Reprodução

Fonte da matéria

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares

Categorias

Redes Sociais

Clima de Unaí
Unaí, BR
17:10, 28/02/2024
temperature icon 31°C
nublado