Homem condenado por matar três auditores fiscais é preso pela PF no Sergipe | Brasil

Polícia Federal Polícia Federal/Divulgação

Uma operação da Polícia Federal prendeu Rogério Alan Rocha Rios, de 43 anos, condenado por matar três auditores fiscais e um motorista do Ministério do Trabalho, durante a ‘Chacina de Unaí‘, ocorrida em 2004.

Your browser doesn’t support HTML5 audio

O homem foi preso em Estância, no Sul de Sergipe. Rogério Alan Rocha Rios foi condenado a 94 anos de prisão pela chacina. Contra ele também havia um mandado de prisão preventiva em aberto por crime de roubo, no ano de 2020, também em Minas Gerais.

A CBN procurou a Polícia Federal e Civil e a Secretaria de Segurança Pública de Minas e Sergipe e perguntou sobre a transferência do homem o estado mineiro. A reportagem ainda aguarda um posicionamento. A CBN não conseguiu contato com a defesa do homem.

Em fevereiro, a Polícia Federal prendeu outro envolvido na Chacina de Unaí. Hugo Pimenta estava em hotel na cidade de Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. De acordo com a PF, ele estava com um mandado de prisão em aberto e tinha um passaporte falso. Pimenta estava foragido da justiça desde setembro de 2023 e foi condenado a 96 anos de prisão, mas teve a pena reduzida.

A chacina ocorreu no dia 28 de janeiro de 2004, na zona rural de Unaí, na Região Noroeste de Minas Gerais, enquanto as vítimas apuravam denúncias de trabalho análogo à escravidão. Na época, foram mortos os fiscais do trabalho Erastóstenes de Almeida Gonçalves, João Batista Soares e Nelson José da Silva, além do motorista Ailton Pereira de Oliveira.

Quatro trabalhadores do Ministério do Trabalho foram mortos na Chacina de Unaí — Foto: Reprodução/TV Globo/arquivo

Os fazendeiros Antério e Norberto Mânica foram acusados de serem os mandantes dos assassinatos. A pena para eles chegou a mais de 50 anos de prisão por quádruplo homicídio, triplamente qualificado por motivo torpe, mediante pagamento de recompensa em dinheiro e sem possibilidade de defesa das vítimas.

Além de Rogério Alan Rocha e Hugo Alves Pimenta, José Alberto de Castro, Erinaldo Silva e William Gomes de Miranda também foram condenados por participação nos assassinatos. Dos mandantes, Antério está preso em Unaí. Norberto Mânica segue foragido.



Mais recente


Próxima
‘Arthur Lira tomar para si a decisão sobre planos de saúde é muito assustador’

Fonte da matéria

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares

Categorias

Redes Sociais

Clima de Unaí
Unaí, BR
12:49, 25/06/2024
temperature icon 30°C
céu limpo