Mãe que faz tratamento no CAPS agride filha de 9 anos com fio de energia ao flagrá-la fazendo vídeo sensual – Correio Regional

A paciente de 50 anos foi levada para o CAPS.

A mãe de 50 anos que está em tratamento psiquiátrico por pouco não deixou a filha de apenas 9 anos gravemente ferida. Ela teria desferido golpes de fio de energia na menina após flagrá-la no banheiro gravando vídeos sensuais durante a madrugada. A intenção dela seria educá-la. O Conselho Tutelar foi acionado e a criança foi levada para um lar provisório. A paciente de 50 anos foi levada para o CAPS.

De acordo com a ocorrência policial, o Conselho Tutelar acionou a PM após receber a denúncia de que elas estariam na UPA, sendo que a garota apresentava pequenas escoriações no corpo. Porém, ao chegarem no local, elas já não se encontravam.

Eles então seguiram para a residência delas, onde conversaram com mãe e filha. Primeiro, a mãe relatou que reside sozinha com a filha e que, na madrugada de quarta-feira (19), por volta de 00h20, encontrou a filha no banheiro fazendo vídeo sensual com um aparelho de telefone celular e, por este motivo, a agrediu fisicamente utilizando um fio de energia para educá-la.

Durante a conversa, a conselheira notou que a mãe ficou muito confusa e assustada, apresentando desejo de tirar a própria vida. Dessa maneira, ela foi encaminhada ao Centro de Apoio Psicossocial- CAPS-, local onde faz acompanhamento com a equipe de médicos psiquiátricos.

Depois, a conselheira encaminhou a filha para a Santa Casa de Misericórdia, onde foi atendida e medicada. Em conversa com a criança, ela disse que a mãe é paciente do CAPS, toma diversos medicamentos controlados e que faz uso de bebida alcoólica.

A garota contou também que não é a primeira vez que é agredida pela mãe e que, na mesma noite, a mãe lhe agrediu com tapas, empurrões e com um fio de cobre de energia elétrica após lhe presenciar fazendo vídeos sensuais no banheiro utilizando um aparelho de telefone celular.

A Polícia Militar entrou em contato com a irmã da acusada, a qual relatou que possui o conhecimento que ela faz acompanhamento no CAPS há bastante tempo por causa de problemas psiquiátricos e transtorno bipolar. Segundo a familiar, a mãe da menina tentou tirar a própria vida e já agrediu a filha em outra ocasião.

A Policia Militar entrou em contato com a irmã da acusada, a qual relatou que possui o conhecimento que ela faz acompanhamento no CAPS há bastante tempo por causa de problemas psiquiátricos e transtorno bipolar. Segundo a familiar, a mãe da menina tentou tirar a própria vida e já agrediu a filha em outra ocasião.

Enquanto a mãe foi encaminhada para o CAPS, a menina, após ser atendida na Santa Casa e ter alta médica, foi encaminhada pelo Conselho Tutelar até um lar provisório em Patos de Minas.

Fonte da matéria

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares

Categorias

Redes Sociais

Clima de Unaí
Unaí, BR
05:31, 19/07/2024
temperature icon 15°C
céu limpo