Tesouro encontrado em 1963 foi feito com metal extraterrestre, aponta estudo

Encontrado na Espanha, o tesouro em questão conta com objetos feitos de ouro e ferro oxidado, datados de 3.000 anos atrás

Uma equipe de arqueólogos encontrou, no ano de 1963, um conjunto de 59 artefatos que ficou conhecido como Tesouro de Vilhena, em Alicante, na Espanha. Esse tesouro, datado de 3 mil anos atrás, chamou a atenção dos pesquisadores por dois objetos feitos de ouro e ferro oxidado: um hemisfério oco e um bracelete.

Como destacou oportal IGN Brasil, o ferro não era um material com o qual as pessoas sabiam trabalhar na época em questão, de modo que a origem do objeto tornou-se tema de debate.

Em 2007, pequenas amostras de ambas as peças foram colhidas. A princípio, os estudos foram inconclusivos, mas uma análise recente, que utilizou-se de fluorescência de raios X, detectou a presença de ferro e níquel.

Os resultados indicam que as peças são feitas de ferro extraterrestre. A fonte explica que a liga ferro-níquel possui teor de níquel superior a 5%, característica que a distingue do ferro obtido na Terra.

Técnicas avançadas

Liderado pelo Museu Arqueológico Nacional da Espanha, o estudo sugere que os habitantes da Península Ibérica contavam com técnicas de trabalho em metal mais avançadas do que se acreditava.

A Idade do Ferro, quando o ferro fundido começou a substituir o bronze, teve seu início por volta de 850 a.C. No entanto, ao que tudo indica, o objeto hemisférico e o bracelete do Tesouro de Villena seriam as duas primeiras peças atribuíveis ao ferro meteorítico dos ibéricos, datando de tempos anteriores, entre 1400 e 1200 a.C..

+ Confira aqui o estudo completo.

Fonte da matéria

Gostou do conteúdo? Compartilhe!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais populares

Categorias

Redes Sociais

Clima de Unaí
Unaí, BR
09:36, 24/06/2024
temperature icon 25°C
céu limpo